Psicoterapia e Ansiedade: Aliadas Imbatíveis ou Apenas Boas Amigas?

Entenda Porque a Psicoterapia Convencional Ajuda, Mas Não Resolve as Crises.

Muitas pessoas me escrevem me perguntando o que acho da psicanálise e da terapia comportamental para o tratamento das crises de ansiedade e pânico.

Quem faz, sente que não está ajudando e que demora demais.

O Que Penso Sobre Isso?

Bem…é preciso entender uma coisa sobre essa condição:

ela é uma condição temporária e como tal precisa de uma abordagem muito direta ao ponto e específica.

Sabemos que a causa da ansiedade e do pânico é o seu sistema nervoso simpático que se armou falsamente, certo? O seu mecanismo de reação à luta e à fuga que disparou em função dos pensamentos de medo…lembra? Se sabemos claramente que essa é a causa, a medida mais correta a se fazer é neutralizar essa causa, certo?

A psicoterapia não vai fazer esse papel. A função dela é outra. Ela vai investigar os seus padrões de comportamento e suas origens. Ela vai investigar a sua vida de uma forma mais ampla, e não específica. E o que você precisa é uma abordagem extremamente específica.Veja: não estou dizendo que sou contra. Mas não vai ajudar pontualmente e no curto prazo. A psicanálise e qualquer abordagem investigativa  trata de ‘contornar’ as crises ou te ensinar a ‘lidar’ com elas.

Pense no seguinte: imagine a situação hipotética que você se cortou profundamente…cortou a mão acidentalmente ao fazer algo na cozinha ou no quintal. Você teve um corte profundo e está com uma hemorragia. Sangrando muito…vai precisar de pontos.

Qual é a primeira coisa que você faz? Vai ao pronto-socorro para estancar o sangue, certo?

Pergunto: que sentido faria se você estivesse com hemorragia e fosse a um clínico geral e ele começasse a te fazer perguntas sobre como você se cortou ou sobre como está sua saúde em geral, se você tem dormido, etc…que sentido faz ele investigar o contexto, enquanto você se esvai em sangue? Faz algum sentido? Pra mim não faz nenhum.

E eu NÃO estou dizendo que você não deve ir ao clínico geral para cuidar da sua saúde geral. Não  é isso…Ir ao clínico geral ou qualquer médico como prevenção é algo que você tem que fazer regularmente. Mas  não quando você precisa  estancar uma hemorragia! É simples.

Então vá ao ‘pronto-socorro’, resolva as crises de ansiedade e de pânico e depois – ou de preferência ao mesmo tempo – faça psicoterapia para cuidar do resto.

É mais ou menos por aí…

(ah…e o pronto socorro não é necessariamente o medicamento, ok?. .. o medicamento pode ajudar momentaneamente mas ele é mais um pano em cima, eu diria. Até chegar ao pronto-socorro. As terapias com abordagens baseadas no reprogramação do pensamento e das crenças limitantes, usando técnicas da Programação Neuro-Linguística são o que há de mais novo e eficaz para parar as crises…para estancar a hemorragia)

Já viu na minha página que lancei meu livro digital “OS MITOS DA ANSIEDADE E DO PÂNICO“?

Se quiser, está disponível para venda aqui nesse link. Aproveite que está com uma super oferta de lançamento… De 67,00 por 27,90.

Um abraço a todas

Elsie

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
Debora
Visitante
Debora

Li o livro, uma abordagem muito interessante e fidedigna sobre ciclo da ansiedade e pânico. Estamos precisando urgentemente de abordagens que ofereçam além de uma explicação clara, um entendimento, uma possibilidade para além da medicação e da medicina tradicional. Esta pode tratar os sintomas, no entanto, não está preparada para acolher e entender e tratar a raiz da questão do sujeito que sofre. Indico a leitura.

wpDiscuz